A CREDENCIAL DO PEREGRINO

4 04 2008

Depois de termos decidido fazer o Caminho de Santiago, uma das primeiras preocupações da equipa de logística foi tentar obter as Credenciais do Peregrino que, embora não sendo obrigatórias para se chegar a Santiago de Compostela, são bastante aconselháveis.

A Credencial do Peregrino é um documento que tem a sua origem nas “cartas de apresentação” e nos “salvo-condutos” que os peregrinos levavam na época medieval e lhes concedia certos privilégios.

credencial.jpg

Actualmente, a Credencial do Peregrino é o documento que nos identifica como peregrino e nos serve para ter acesso aos albergues oficiais, ao apoio médico das equipas da Cruz Vermelha e ao apoio das autoridades ao longo da peregrinação. Nos Albergues de Peregrinos a apresentação da Credencial é condição fundamental para se ser recebido. Com esta Credencial, em Portugal teremos descontos nos Albergues de Peregrinos e nas Pousadas de Juventude enquanto que em Espanha os Albergues são gratuitos, sendo no entanto aconselhável deixar uma pequena contribuição monetária para ajudar nas despesas de manutenção do local.

Esta Credencial só será atribuída aos peregrinos que pretendam fazer um mínimo de 100 km a pé ou a cavalo ou 200 km de biciclete.

Assim, os pregrinos recebem as suas Credencias já preenchidas com o seu nome, a data e o local da partida e o modo como se faz o Caminho (a pé, a cavalo ou de biciclete).

Depois, durante a caminhada, a Credencial deverá ser carimbada nos Albergues, Refúgios, Igrejas, Polícia, e outras entidades administrativas e/ou em estabelecimentos comerciais que comprovem a passagem por todos estes pontos do Caminho, no mínimo de dois carimbos diários, tendo espaço para um total de 40 carimbos.

credencialcarimbos.gif

A Credencial do Peregrino tem um custo de 1.50€ (+1.00€ para portes de correio) e é aconselhável que seja pedida cerca de um mês antes do início da peregrinação.

Em Portugal, a Associação Espaço Jacobeus (AEJ) é a única entidade responsável, autorizada pela Igreja Compostelana, para a gestão e distribuição da autêntica “Credencial do Peregrino“, e os pedidos devem ser feitos para a seguinte morada:

Associação Espaço Jacobeus
(CAB) Praça da Faculdade de Filosofia, nº 16
Apartado 3056
4711-906 Braga
Tel. 931 602 448
E-mail: aej_credencial@hotmail.com

No site da Associação Espaço Jacobeus está toda a informação necessária à obtenção da Credencial do Peregrino bem como as regras para a sua utilização.

Para quem é (ou foi) estudante universitário, existe também a Credencial Jacobea Universitária, para carimbar nas universidades que se forem encontrando pelo Caminho.

creduniversitaria.jpg

Caso não se consiga obter uma credencial, pode-se sempre pedir ao pároco da paróquia da área de residência uma carta que ateste que se vai peregrinar a Santiago dentro do “espirito cristão”, com os devidos carimbos de certificação. Em alternativa pode-se ainda fazer um “Diário de Peregrinação” num caderno, com algumas folhas dedicadas aos carimbos.

bito
04.04.2008

Anúncios

Acções

Information

6 responses

21 03 2009
carlos pais

ola o todos tenho o prazer de poder dizer que, já fui a santiago de compostela quatro anos seguidos, os dois primeiros anos fui em grupo onde o ser DR. acompanha é ser importante.como näo faz o meu genero os dois últimos anos fui sozinho, devo dizer que ai sim senti o verdadeiro prazer do que deve ser o verdadeiro prazer do caminho de santiago, a todos os que gostam dos caminhos um grande abraco. Carlos Pais Viseu Portugal

19 11 2009
Andre

ola amigos tenho a honra de dizer, eu ja fiz todos os caminhos de santiago ate vir de roma ja o completei a 19 junho 2009 foram magnificos 3 messes. deverei partir no final deste ano para santiago a pé e depois espero chegar a jerusalem.

abracos e ultreia

Andre C.

9 01 2016
Alberta Pereira

Olá André, meu nome é Alberta Pereira e gostava de saber informações sobre caminho de Roma
Se puder ajudar
a.pereira@psicoexame.pr

5 05 2010
Maria José Sampaio de Brito

Já fiz o Caminho Português de Santiago 7 anos seguidos (2001 – 2007) e senti uma experiência única que não se explica por poucas palavras. As minhas peregrinações englobavam pessoas que algumas tinham títulos académicos e outras não. Não senti qualquer diferença de tratamento quer pela Associação dos Amigos do Caminho Português de Santiago com Sede em Ponte de Lima, quer pela Ordem de Malta que sempre nos acompanhou e nos auxiliou. Tenho pena que esta Associação não tenha organizado nos dois últimos anos peregrinações. Espero que este ano a realize para poder novamente ir a Santiago ganhar forças para viver o ano seguinte. O meu sonho tabém é o de ir a Roma e Jerusalém … mas para já é um sonho.
Abraços para todos os que foram e para os que desejam ir. Não desistam!
M.ª José

13 07 2010
João Pinto

No ano passado pude fazer o Caminho a partir da minha casa em Deão e este ano volto a fazer-lo, gostava que alguém me contasse o Caminho até Finisterra a partir de Santiago

Bom caminho, ultreia a todos

Abraço

3 02 2011
Elias Ribeiro

🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: